sexta-feira, 4 de setembro de 2009

PORQUE O DEFEITO É SEMPRE DO OUTRO ?